• Leura Dalla Riva

A MASCULINIDADE TÓXICA ESTÁ MATANDO O PLANETA?

A página Earthrise.Studio em parceria com Chicks for Climate publicou um post muito interessante questionando: Como o patriarcado contribui com a injustiça climática?


Abaixo traduzimos a postagem para vocês:

 

"A masculinidade tóxica descreve certas normas culturais que estão associadas a danos à sociedade, ao planeta e aos próprios homens. Então como isso se relaciona com as injustiças climáticas?


Os homens geralmente não querem ser vistos como "verdes" por medo de serem vistos como "gays" ou "afeminados" e, às vezes, usam atividades prejudiciais ao meio ambiente como forma de reafirmar sua masculinidade. A homofobia internalizada também prejudica o planeta.


Por exemplo, tanto homens quanto mulheres disseram que usar sacolas reutilizáveis ​​é classificado como uma ação feminina, enquanto usar sacolas plásticas descartáveis ​​é percebido como "masculino". Essa preocupação também é um fator na relutância dos homens em adotar dietas vegetarianas ou veganas


Por que? Sob o patriarcado, espera-se que as mulheres sejam mais abnegadas e socialmente responsáveis ​​do que os homens, desempenhando papéis tradicionais de cuidado (o que também torna as mulheres mais vulneráveis ​​aos impactos dos desastres naturais).


Impulsos altruístas também significam que as mulheres são mais propensas a fazer escolhas para ajudar a proteger o planeta para as gerações futuras.


O patriarcado reforça as categorias "nós" versus "eles".

- uma sociedade patriarcal desvaloriza tudo o que está associado à natureza, aos ecossistemas e mesmo a certas pessoas para se adequar ao "status quo".

- Esta é uma sociedade onde a valorização das mulheres e dos animais desestabilizaria a supremacia masculina.

- Esta é uma sociedade perigosa.


Como combater a masculinidade tóxica:

[1] Reconhecer que o patriarcado existe

[2] Alertar para misoginia e comportamento tóxico de outras pessoas.

[3] Aprender sobre os sistemas de opressão.

[4] Comprometer-se a desmantelar o patriarcado (!)"


 

Você pode acessar o post original na página https://www.earthrise.studio/ e pelo perfil: https://www.instagram.com/earthrise.studio/?igshid=2v09h3njaa73


Todos os posts possuem as referências utilizadas pela página para consulta.



40 visualizações