• Kanandra T. Bertoncello

Agrotóxicos e o desequilíbrio dos ecossistemas


Substâncias químicas empregadas como insumos no atual modelo de agricultura podem desestabilizar os agroecossistemas e causar danos em diversos sistemas biológicos. Os agrotóxicos são conhecidos por desempenhar um importante papel no desenvolvimento da agricultura por reduzirem a perda e aumentarem a qualidade dos alimentos, porém, quando essas substâncias são utilizadas elas atingem muito além do organismo alvo (SHARMA et al., 2019). Os agrotóxicos, além de atuarem na proteção de culturas agrícolas contra pragas, doenças e ervas daninhas, podem oferecer riscos à saúde humana e ao meio ambiente.


A ampla utilização de agrotóxicos tem levado à poluição dos recursos hídricos que se deve, por exemplo, à contaminação pelas águas que saem das lavouras e/ou de resíduos industriais e, que por processos naturais de transporte (chuva, lixiviação, ventos, deposição atmosférica) chegam até os rios, estuários e oceanos, sendo absorvidos por organismos não-alvos, como os peixes e aves, por exemplo, dos quais tendem a sofrer consequências drásticas frente à contaminação (TUDI et al., 2021).


Após sua aplicação, os agrotóxicos são degradados, seja pela ação de microrganismos, reações químicas do solo ou pela luz. O tempo de degradação depende das condições ambientais e das características químicas da substância, podendo levar horas até anos para desaparecer do meio ambiente. Os produtos gerados a partir dos processos de degradação acabam produzindo metabólitos, que por sua vez podem ser mais tóxicos do que a substância original (SHARMA et al., 2019; TUDI et al., 2021).


Esses produtos químicos são frequentemente detectados em solos, sedimentos e lençóis freáticos, portanto, de acordo com a sua toxicidade e do tempo que permanece disponível no meio ambiente, os agrotóxicos e seus metabólitos podem interferir em processos básicos do ecossistema, tais como a respiração do solo, ciclagem de nutrientes, mortandade de animais, bem como a redução de suas populações (CHOUDRI et al., 2020).


Referências


CHOUDRI, B. S. et al. Pesticides and herbicides. Water Environment Research, v. 92, n. 10, p. 1425–1432, out. 2020.


SHARMA, A. et al. Worldwide pesticide usage and its impacts on ecosystem. SN Applied Sciences, v. 1, n. 11, p. 1446, nov. 2019.


TUDI, M. et al. Agriculture Development, Pesticide Application and Its Impact on the Environment. International Journal of Environmental Research and Public Health, v. 18, n. 3, p. 1112, 27 jan. 2021.


14 visualizações

Posts recentes

Ver tudo