• Clarissa de Souza Guerra

As catástrofes climáticas na Europa e os dados do IPCC: existe capitalismo verde?

Os episódios (verdadeiras catástrofes) climáticos verificados na Europa no último mês de julho retificam os alertas da ciência quanto à gravidade da crise ecológica e, especialmente, sobre as suas consequências no plano concreto.


Diante disso, o que pretendo construir neste texto é uma breve reflexão sobre a (já evidente) crise ambiental, a partir dos últimos dados divulgados pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), da ONU, daquilo que se tem em termos de materialidade (a exemplo das catástrofes climáticas na Europa) e, por fim, resgatar alternativas a tais eventos, considerando a linha teórico-crítica adotada nesta página.


Nesse sentido, no documento que contém cerca de 3500 páginas e que foi divulgado no dia 09 de agosto, o IPCC afirma que a “culpa” pelo aquecimento global reside na emissão de gases de efeito estufa, advinda das atividades humanas. Isto é, o uso desenfreado de combustíveis fósseis ocasiona o aquecimento do planeta, numa escala superior à imaginada pelos cientistas até então.

Conforme o relatório do IPCC, fatores como secas, inundações, furacões serão cada vez mais frequentes e intensos. Os cientistas observam, ainda, que a única maneira de parar o aquecimento e conter estes efeitos é acabar com as emissões de gases de efeito estufa, em escala global (pois as iniciativas locais se mostram insuficientes).

Em meio à elaboração e divulgação do referido relatório, países como a Alemanha, Luxemburgo e Holanda foram afetados por chuvas extremas, que causaram alagamentos, deslizamentos de terras e escombros. Cenário este que, para muitos moradores, era, até então, desconhecido, mas que revela a fúria da natureza pela relação desequilibrada e exploratória, que tem o ser humano como principal agente.


Coincidência ou não, pode-se dizer que há um forte elo entre a catástrofe climática europeia e os dados apontados pelo IPCC. No entanto, tal correlação será capaz de alterar o status quo climático?


Cabe reproduzir aqui a contribuição teórica de Brett Clark & John Bellamy Foster, mais precisamente em “A ecologia de Marx no século XXI”, que expressa o nosso entendimento com relação aos fatos elucidados acima:


"O aumento da escala de produção gera degradação ecológica generalizada e poluição em um mundo finito, e a exploração sistemática da natureza ameaça minar os ciclos e processos naturais que auxiliam na regeneração dos ecossistemas" (CLARK; FOSTER, 2010, p. 145).


Logo, não podemos cair na armadilha de considerar que, diante dos fatos, os governos acordarão, de um dia para o outro, com a consciência ambiental aguçada e se disporão a reduzir as emissões de gases de efeito estufa (que é, conforme já demonstrado, o principal caminho para reverter a crise climática).


Há que se considerar, também, que "O metabolismo social do capitalismo está cada vez mais separado do metabolismo natural, produzindo rupturas metabólicas em ciclos e processos naturais" (CLARK; FOSTER, 2010, p. 146).


Nesses termos, a exemplo do que já se mencionou nesta página, não se trata de iniciativas locais e tampouco de darmos ao capitalismo uma máscara “verde” (em alusão à sustentabilidade), mas sim de (re)pensarmos o modo como nos relacionamos com o meio ambiente, com o fim de resgatarmos o metabolismo social e visualizar as possibilidades de uma nova sociabilidade.



REFERÊNCIAS

CLARK, B.; FOSTER, J. B. A ecologia de Marx no século XXI. In: World Review Political Economy, vol. 1., n. 1, 2020, p. 142-156. Disponível em: https://johnbellamyfoster.org/articles/marxs-ecology-in-the-21st-century/. Acesso em: 16 ago. 2021.


MILLER, B. Veja as principais conclusões do relatório do IPCC sobre a crise climática. CNN. Publicado em: 09 ago. 2021. Disponível em: https://www.cnnbrasil.com.br/internacional/2021/08/09/veja-as-principais-conclusoes-do-relatorio-do-ipcc-sobre-a-crise-climatica. Acesso em: 16 ago. 2021.


KOTTASOVÁ, I. Enchente na Europa pode ser ‘catástrofe histórica’ e deixa 157 mortos. CNN. Publicado em: 17 jul. 2021. Disponível em: https://www.cnnbrasil.com.br/internacional/2021/07/17/enchente-na-europa-pode-ser-catastrofe-historica-e-deixa-mortos. Acesso em: 16 ago. 2021.


IPCC. Climate Change 2021: The Physical Science Basis. Publicado em 07 ago. 2021. Disponível em: https://www.ipcc.ch/report/ar6/wg1/downloads/report/IPCC_AR6_WGI_Full_Report.pdf. Acesso em: 16 ago. 2021.

27 visualizações

Posts recentes

Ver tudo